Relação com os alimentos 

 

Oi Fulaninhas amadas, quero começar esse post agradecendo a todo o carinho que recebi nessa última semana, e a toda a interação de vocês, tanto aqui quanto na fanpage do Blog!

Como prometido no vídeo hoje quero conversar um pouco com vocês sobre alimentação, como esse assunto rende muito, vou separar por tópicos ok?!

  • Como eu me alimentei a vida toda?

Então, durante a minha infância sempre comi de tudo, minha mãe cozinhava nossas refeições diárias, até mesmo o lanche da escola, porém desde muito cedo eu comia industrializados, todo domingo íamos ao Mac Donalds, sim TODO, graças a Deus tive uma infância bem privilegiada, mesmo nas situações mais apertadas, meu pai nos levava tomar pelo menos uma casquinha de sorvete, ele nunca deixou que a situação financeira impedisse nosso divertimento naquele tobogã mágico rsrsrs. Na adoslecência a coisa piorou de vez, como comecei a trabalhar muito nova, aos 14 anos, eu sempre tinha meu dinheirinho, e adolescente com dinheiro compra o que? Refrigerante, trakinas, e miojo hahahah! Durante a semana eu ia levando essa alimentação ruim e no final de semana era hotdog com o namorado, ou pizza, e claro sempre acompanhada de uma barra de chocolate. Preciso só destacar, em alguns momentos eu não estava tão acima do peso, porém minha qualidade muscular era péssima, muito flácida e com muita celulite.

                                                                                                             

  • Como engordei tanto em três meses apenas?

Como já contei aqui, o periódo em que cheguei ao meu pior estado físico e emocional foi quando estava recém casada, da lua de mel até o dia em que ACORDEI pra vida, foram dias de muita comilança, eu amo cozinhar, e estava feliz em estar casada com meu grande amor, mas ao mesmo tempo completamente deslocada nessa casa, pois era muito acostumada com o meu lar, eu acho que esse misto de ansiedade e mudanças me fazia comer dia e noite, nós terminávamos de jantar e logo já tinha sorteve, eu fazia dia sim dia não algum bolo, sempre com cobertura lógico. Sabe aquela sessão de congelados no mercado? Eu comprava de tudo, lazanha, pizza, hamburguer, pão de queijo,e aí no fim de semana saímos muito, só pra comer é claro haha.... Enfim poderia ficar aqui sitando em detalhes  como engordei 7 kilos em tão pouco tempo, mas vou resumir em uma palavra: NEGLIGÊNCIA!sad

Hoje olho pra trás e me sinto uma completa idiota (naquele momento), pois não é necessário ir á uma nutricionista para ela falar que isso que eu estava fazendo é completamente errado.

  • Quanto mudei, o que eu comia??

Quando as coisas mudaram, em janeiro de 2013 passei a comer mais alimentos e menos produtos alimentícios. Por orientação da minha treinadora eu fiz diversas mudanças de hábitos, passei a comer mais carne branca, cortei o açucar, eliminei refrigerante, e dosava o carboidrato.

Passei a fazer a dieta desde o supermercado, aliás essa é uma dica muito importante, até hoje eu faço isso, eu simplemente não compro alguns itens, assim não corro o risco de na hora da correria comer errado. Aqui em casa não tem: Leite condensado, açucar refinado, biscoito recheado, refri, sucos de caixinha, salgadinhos e congelados. Só compro pro caso de fazer alguma receita, ou quando recebo visita e preciso ter.

Nessa fase eu fui bem determinada, costumo dizer que se eu tivesse mantido essa determinação, hoje seria muito sarada hahaha. Me lembro que comecei em janeiro, e em fevereiro foi aniver do meu Pai, em uma pizzaria, e eu não fui, fiquei triste em não ir, mas naquele momento era preciso, pois eu ainda não tinha controle sobre minhas emoções, eu tenho certeza que teria comido até o cardápio se tivesse ido. Infelizmente no começo a gente precisa ser um pouco chata mesmo, se não o resultado não vem. Em um ano eliminei 10kg de gordura pura ( que é diferente de 10kg na balança) e já no primeiro verão depois da mudança eu me senti linda na praia.

 

 

Depois de muitas dietas, de testar muitas coisa, aprendi a me conhecer muito bem, hoje sei o que me deixa inchada, o que me deixa disposta, quais tipos de alimentos me dão mais saciedade, enfim, são quase quatro anos nessa luta diária e isso faz com que a gente aprenda muito. Eu já tive muitas fases meninas, me lembro que a dieta que eu mais gostei do resultado foi uma que fiz por 23 dias, era pra ser 30, porém eu não consegui concluir. Ela foi prescrita por uma Nutri Esportiva, e continha muitos suplementos, muitos mesmo, tipo uns 12 comprimidos por dia, desde vitamina C, até cafeína. Pois bem, mesmo que eu tivesse me adaptado,financeiramente era uma dieta inviável, só com os manipulados eu gastei cerca de R$300,00 e isso dava apenas para o mês. 

Era uma dieta voltada para atletas , e na época minha rotina de treino exigia uma alimentação assim mesmo, porém não considero saudável para o momento em que estou agora. Sim eu tenho vontade de um corpo mais sequinho e bem definido, e sei que somente a alimentação adequada vai me trazer esse resultado, porque de treino eu não tenho preguiça.

Mas essa cobrança mecheu muito comigo, e hoje penso um pouco diferente. Hoje minha alimentação é basicamente assim:

Segunda á Sexta-feira:

7:30: Um copo de água com limão e duas cápsulas de colágeno

Pão de micro-ondas ( Tem a receita no meu face)

8:10: Um copo de chá da Herbalife gelado

10:00: Um iogurte sem lactose, ou castanhas ou uma barrinha de nuts ou biscoitinhos integrais (compro na casa de cereias)

11:30: Almoço geralmente a mesma coisa, um carboidrato e uma proteína com salada.

14:00: Belisco o que tiver

17:00 Pré treino, nessa refeição eu procuro ter mais cuidado e como bem.

Ou pão com ovos, ou bolo fit de banana, ou panqueca de frango.

20:30 Pós treino: Tento comer só proteína, mas as vezes faço uma batatinha na airfry porque eu mereço hahaha!

22:00: Pipoca fit ou gelatina zero ou fruta e as vezes um copo de leite ( Se eu estou meio revoltada eu tomo com Nescau)

Final de semana: Eu como de tudo, tento usar o bom senso é logico, mas entre as 8 principais refeições do sábado e do domingo, posso dizer que quatro eu como errado.

 

  • Porque não sigo uma dieta restrita?

No momento tô numa fase meio relax, e não levo mais ao pé da letra a dieta. Sinceramente o que mais me deixa feliz é que eu APRENDI A COMER. 

Isso começou a acontecer quando eu me vi em um quadro próximo de desenvolver um transtorno alimentar, aliás esse é um assunto que quero tratar um dia aqui, vocês sabiam que Noventa por cento das pessoas que sofrem de transtornos alimentares anorexia nervosa e a bulimia nervosa são mulheres, segundo a Associação Nacional de Anorexia Nervosa e Transtornos Associados.

Isso é alarmante meninas, e se deve ao fato da sociedade cobrar esse padrão sempre das mulheres. Eu acompanho um canal no youtube que tem me ajudado a lidar com a culpa, ele se chama EU VEJO, deêm uma olhadinha lá um dia, tem me ajudado bastante.

Pois bem eu ainda desejo uma barriguinha trincada, mas acredito que comer frango sem sal e batata doce as quatro da tarde é um pouco chato demais pra mim, admiro quem consegue, mas eu não desejo isso pra mim. Portanto posso dizer que meu atual estado de espirito é esse, estou sendo feliz e mais generosa comigo. Claro que ainda me pego sofrendo por culpa de algo, e odeio quando eu posso escolher e escolho errado, por exemplo, tem integral e branco e eu pego o branco, isso me deixa irritada e confusa.

  • Qual a principal difuldade pra mim?

Posso responder sem medo de errar que minha principal dificuldade é socializar, genteeee aonde a gente vai tem comida né?! Minha família foi enviada por Deus com o único propósito de me engordar, tenho certeza disso kkkk. E sair com os amigos então, pra comer sempreeee!

Tenho barriguinha sim, mas posso garantir que ela é fruto dos melhores momentos que vivi e com as melhores pessoas.

  • Thauana atualmente

Conclusão ao meu respeito, eu amo treinar, amo os resultados que meu corpo apresenta porém eu não me dedico 100% e fico sempre com uma sensação de que não dei o meu melhor. 

 

  • E vocês?

E vcs? E aí fulaninhas da minha vida, como está a alimentação de vocês? Em que encontram dificuldade? Ficou alguma dúvida? Me contem a experiência de vocês, se culpam também ou não?